sexta-feira, 24 de outubro de 2014

O ESTELIONATO ELEITORAL DO PSDB PARA FAVORECER ALCKMIN!!! SABESP MENTIU SOBRE A ÁGUA!!!

Para que sua campanha não fizesse água, Geraldo Alckmin exigiu que a SABESP mentisse sobre a gravidade da questão da água no estado de São Paulo!!!
Mais uma prova que p PSDB e seus integrantes são praticantes da MENTIRA e praticam o OPORTUNISMO, que o moralismo que estão arrotando, nada mais é que uma forma de enganar a população!

Matéria extraída do Portal Forum:


ESCÂNDALO NA SABESP: VAZA ÁUDIO EM QUE DIRETORES ADMITEM ESTELIONATO ELEITORAL




O blogue teve acesso a um áudio vazado de uma reunião da diretoria da Sabesp em que a presidenta da empresa, Dilma Pena, admite que a população deveria ter sido comunicada da crise hídrica, para que economizasse água. Porém, segundo ela, seus “superiores” não permitiram. Em outras palavras, o governador Geraldo Alckmin não foi honesto com a população para não prejudicar sua candidatura à reeleição.

“A gente tem que seguir orientação…A orientação não tem sido essa, mas é um erro. Tenho consciência absoluta e falo para pessoas com quem converso sobre esse tema, mesmo meus superiores, acho um erro essa administração da comunicação dos funcionários da Sabesp, que são responsáveis por manter o abastecimento, com os clientes”, afirmou Dilma Pena.

A presidenta da Sabesp, durante todo o áudio, faz questão de demonstrar que estaria em desacordo com o que os “superiores” estão fazendo. “A Sabesp tem estado muito pouco na mídia, acho que é um erro. Nós tínhamos que estar na mídia, com os superintendes locais, nas rádios comunitárias, Paulo [Massato] falando, eu falando, o Marcel falando, todos falando, com um tema repetido, um monopólio: ‘Cidadão, economize água’.”

Também participou da reunião o diretor metropolitano da Sabesp, Paulo Massato, que causou polêmica quando disse, no último dia 25 de maio, na Câmara Municipal de São Paulo, que ia “distribuir água de canequinha em São Paulo.”

Massato é mais alarmista e prevê o pior, caso não chova. “Essa é uma agonia, uma preocupação. Alguém brincou aqui, mas é uma brincadeira séria. Vamos dar férias [inaudível]. Saiam de São Paulo, porque aqui não tem água, não vai ter água pra banho, pra limpeza da casa, quem puder compra garrafa, água mineral. Quem não puder, vai tomar banho na casa da mãe lá em Santos, Ubatuba, Águas de São Pedro, sei lá, aqui não vai ter.”

Com as declarações de Dilma Pena, cai por terra todo o discurso do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que sempre afirmou não haver racionamento e nem motivo para tanto. Fica absolutamente claro que o tucano não foi honesto com a população para não se prejudicar nas urnas, alienando os paulistas que lhe confiaram o voto da tragédia que provavelmente vão viver.

Segue o áudio com a fala de Dilma Pena:


Áudio de Paulo Massato:

https://soundcloud.com/revistaforum/audio-sabesp-paulo-massato

A assessoria de comunicação da Sabesp procurou o blogue e enviou a nota abaixo:

NOTA DA SABESP

1) O objetivo da reunião operacional foi de ampliar ao máximo as ações de comunicação para o uso racional da água junto aos funcionários da companhia. Vale destacar que a comunicação da Sabesp é feita de forma autônoma. E as decisões ocorrem no âmbito da companhia. Naquele momento, a diretoria da Sabesp discutia com o conselho de administração da companhia (órgão superior) a estratégia de comunicação.

2) Também naquele momento a diretiva era diminuir ao máximo a dependência do Sistema Cantareira. O contexto era de convencer, de forma contundente, os gerentes operacionais da companhia da necessidade de redução. A estratégia tem dado certo. A dependência do Cantareira diminuiu de 9 milhões para 6,5 milhões de pessoas, uma redução de cerca de 30%.


Fonte:  http://www.revistaforum.com.br/blogdorovai/2014/10/24/por-ter-que-seguir-orientacao-sabesp-nao-revelou-crise-da-agua-antes-da-eleicao/


domingo, 19 de outubro de 2014

QUANDO USAM DA PALAVRA DEMOCRACIA PARA CERCEAR O DIREITO DE CONHECIMENTO!!!

O TSE proibiu o PT de mostrar em seus programas eleitorais o aeroporto de Cláudio, construido dentro de propriedade da família de Aécio Neves (tio) e que serve somente a família desse.
Lamentável tal decisão! Visto que a ilegalidade ocorreu e foi feita com o dinheiro público. Então por que não deixar que a população saiba o que esse senhor fez durante sua gestão como governador de Minas Gerais?

Ministro acha que mostrar essa situação não serve a democracia! Mas será que ele acha que esconder as ilegalidades é atitude democrática??? Afinal, não houve ataque e sim a mostra da verdade!!!


TSE: aeroporto de Cláudio não pode ser citado em propaganda

Propaganda política de Dilma Rousseff atacando Aécio Neves por construir o aeroporto, supostamente para beneficiar sua família, está supensa pelo Tribunal

Para ministro do TSE, ataque à Aécio Neves (PSDB) não foi "um debate servil à democracia"Foto: Victor Schwaner/Nitro / Divulgação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu, na última sexta-feira, ao candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, o direito de não ter sua imagem vinculada ao Aeroporto de Cláudio, em Minas Gerais.

Com a decisão, a propaganda política no rádio e na TV de Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, que afirma que o tucano construiu o aeroporto para beneficiar sua família, está supensa.

“Dizer que o candidato adversário só fez dois aeroportos, um deles na fazenda da própria família, e que as chaves ficam nas mãos do seu tio não me parece crítica inserida no espectro de incidência de um debate servil à democracia,” afirmou o ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto na decisão do TSE.

O ministro-relator ainda afirma que, embora a primeira parte da mensagem possa ser tida como “válida”, com a comparação entre os governos e a construção de aeroportos, a segunda parte da propaganda “denota ofensa de caráter pessoal que, potencializada, pode ensejar, em tese, até mesmo a caracterização de crime”.

AÉCIO BATEU EM SUA ACOMPANHANTE EM FESTA DA CALVIN KLEIN - 2ª POSTAGEM! QUEM DIZ A VERDADE???

Estou fazendo novamente a postagem sobre a AGRESSÃO DE AÉCIO NEVES A SUA ACOMPANHANTE, por ter sido ameaçado e chamado de mentiroso em mensagens no meu blog e em eu perfil no facebook por um fake covarde!

Então faço a seguinte pergunta: 

QUEM ESTÁ DIZENDO A VERDADE? O AÉCIO - PSDB? OU TODOS ESSES JORNALISTAS RENOMADOS E CONFIÁVEIS QUE FORAM OS POUCOS CORAJOSOS A ÉPOCA DE DENUNCIAREM A AGRESSÃO?

A matéria abaixo é cópia do blog PRAGMATISMO POLÍTICO:

Por que Aécio nunca processou Juca Kfouri?

O jornalista Juca Kfouri foi um dos poucos a noticiar a agressão de Aécio Neves contra a sua namorada. O incidente que, à época, foi cercado por uma imponente cortina de silêncio, não escapou do registro de alguns outros veículos de comunicação




Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania

A quantidade de testemunhas do incidente teria desencorajado Aécio Neves a processar o jornalista Juca Kfouri e outros que publicaram a notícia

Recebo e-mail de um colega. Por, aparentemente, o colega preferir não se envolver diretamente no caso, repassou-me a redescoberta de um episódio curioso. Para compreendê-lo melhor, porém, há que voltar ao debate de terça-feira (14) entre Dilma Rousseff e Aécio Neves na TV Bandeirantes.

Aécio começou o debate ostentando um ar debochado e irônico. Todavia, essa conduta mudaria entre o segundo e o terceiro blocos do programa.

Após ser insultada pelo adversário por perguntá-lo sobre o aeroporto que mandou construir com dinheiro público em uma fazenda de sua família, na abertura do terceiro bloco Dilma formulou outra questão que pareceu desestruturá-lo ainda mais, emocionalmente.

No vídeo abaixo, a pergunta de Dilma a Aécio sobre “violência contra mulheres”.


A parcela menos informada sobre política que assistia ao debate da Band por certo não captou o significado oculto na pergunta de Dilma. Aécio não passou recibo verbalmente, apesar de seu semblante ter espelhado a preocupação que a pergunta lhe causou.

Dilma, porém, tinha um objetivo muito claro ao apresentar essa questão ao adversário. Ele acabara de ter uma reação tão furiosa à questão (legítima) sobre o aeroporto que construiu nas terras de sua família com o dinheiro dos mineiros que chegou a dar a impressão de que agrediria a mulher com quem debatia.

A agressão, aliás, até ocorreu, mas, contra Dilma, só ocorreu verbalmente. O mesmo não se pode dizer em relação a outra mulher muito mais próxima do tucano, de acordo com post publicado pelo jornalista Juca Kfouri em seu blog em 2009.



O desinteresse da grande mídia sobre a denúncia de Juca foi total e condizente com a blindagem que tucanos de alto coturno sempre receberam da mídia. Porém, a afirmação dele guarda relação com outra notícia, agora velada.

Juca fez a denúncia no dia 1º de novembro de 2009. Seis dias antes, a “colunista social” Joyce Pascowitch publicou, em seu site de fofocas sobre socialites, um tal Glamurama, relato que, segundo a fonte do Blog, tem íntima relação com a denúncia de Juca.



O que você, homem, faria se um jornalista de renome e com grande espaço na mídia, tal qual Juca Kfouri, o acusasse de bater em mulher? No mínimo, sendo mentira você moveria um processo contra o caluniador. E mesmo sendo verdade, se não houvesse provas da acusação, faria a mesma coisa.

Aécio nunca respondeu a Juca e nem o processou. Se a coluna de Pascowitch tiver mesmo relação com a denúncia do jornalista esportivo, a explicação está aí: não seria possível processar devido ao grande número de testemunhas do fato. Simples assim.

PS: o tuiteiro Rodrigo mostra que outros veículos de comunicação foram bem mais explícitos do que Joyce Pascowitch. Abaixo, matéria do jornal Hora do Povo.


Fonte: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/10/por-que-aecio-nunca-processou-juca-kfouri.html




quinta-feira, 16 de outubro de 2014

DOCUMENTOS QUE ACUSAVAM AÉCIO, SOMEM DO TRIBUNAL DE CONTAS DE MINAS GERAIS!!!

É esse o tipo de pessoa que estão querendo dizer que irá moralizar o Brasil? Isso só pode ser mesmo uma piada do partido mais corrupto do Brasil! Por isso eu digo: DO PSDB SE PODE ESPERAR QUALQUER COISA!!!

Leiam a matéria:




Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1533143-relatorios-usados-por-dilma-para-criticar-aecio-somem-do-site-do-tce.shtml

PERIGO NA PROPOSTA DE AÉCIO PARA A SEGURANÇA, POIS DEMONSTRA DESCONHECIMENTO, INCAPACIDADE E INCOERÊNCIA!!!


A proposta de Aécio para aumentar a segurança no pais, nos faz ver que ele não tem conhecimento de causa, é incapaz em propor algo relevante, funcional e totalmente incoerente.
A principal medida que ele alega que ao ser determinada irá fazer com que a criminalidade diminua, é a diminuição da idade penal, mas pelo jeito ele não sabe que somente 2% de todos os crimes estão ligados a menores, então ainda sobra uma medida para os outros 98%, que ele não apresenta ou não sabe o que fazer!
Irá privatizar os presídios, isto é, passará para a inciativa privada a administração desses, criando dessa forma uma industria do crime, que deverá dar lucro, pois ninguém em sã consciência investirá em um presídio se este não for pra dar lucro! Mas espera ai, se ele fala em diminuir a criminalidade, como fará para que grupos privados, que visam lucro, administrem presídios? Pois esses passarão a receber menos presos! Os empresários irão torcer cada vez mais para que a criminalidade aumente, pois quanto mais presos e presídios, mais lucro irão ter, essa é a finalidade de uma empresa, lucrar! E os presídios serão empresas!
Com esse tipo de atitude, podemos temer pela criação de uma polícia e judiciário corruptos, que terão finalidade somente de prender e julgar sem qualquer parâmetro, passando por cima da lei, bem como de grupo de milícias ou paramilitares, que agirão criando crimes e imputando culpa, somente para encher esses presídios.
O Brasil corre o risco de entrar em uma época de caos, onde os direitos dos cidadãos não serão respeitados, e não importa quem seja você, pois a máquina do lucro é cruel!

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

CONHEÇA O LADO SUJO DA HISTÓRIA DO PSDB QUE ELES NÃO CONTAM SOBRE AS PRIVATIZAÇÕES!!!

CONHECENDO SOBRE A VERGONHOSA PRIVATIZAÇÃO, QUE FOI UM VERDADEIRO ESTELIONATO CONTRA O POVO BRASILEIRO FEITA PELO NEFASTO PSDB!!! 



BASTA CLICAR NO LINK QUE TERÁ ACESSO AO LIVRO!!!

http://www.fpabramo.org.br/uploads/brasil_privatizado.pdf

TRABALHADOR NÃO VOTA EM PARTIDO DE BURGUÊS E EM PLAYBOY!!! TRABALHADOR NÃO VOTA NO PSDB E EM AÉCIO!!!

Eu e minha família jamais votaremos no PSDB ou em Aécio, pois eles não representam os nossos interesses de trabalhadores, eles representam os interesses dos banqueiros, dos jornais, revistas e televisões que estão atacando o atual governo e de grandes grupos econômicos que custeiam esses ataques, e que querem somente lucrar, não importando quantos trabalhadores terão de explorar ou quantas pequenas empresas eles iram quebrar!
O governo do PSDB de 95 - 2002 estagnou o país, e não fizeram nada pelo social. Esse candidato já declarou que irá trazer os mesmos que pararam o país! Teremos um governo recessivo, e recessão gera desemprego, e isso trabalhador não precisa!!!




AÉCIO BATEU EM SUA NAMORADA EM FESTA DA CALVIN KLEIN!!! O QUÊ AS MULHERES TEM A DIZER???

AÉCIO O VALENTÃO QUE BATE EM MULHER!!! É ESSE SUJEITO QUE ESTÃO DEFENDENDO PARA PRESIDENTE???

SERÁ QUE MULHER VOTA EM HOMEM QUE BATE EM MULHER??? E SE EXISTIR, QUE TIPO DE MULHER É ESSA?

http://www.horadopovo.com.br/2009/Novembro/2814-04-11-09/CAPA/grande.htm



Você também poderá ver novas informações, com matérias de outros jornalistas, acessando o link abaixo:

JUSTIÇA POE FIM A DITADURA EM JUNDIAÍ!!! ANDRÉ BENASSI PERDE PROCESSO QUE TENTAVA CALAR BLOG DO BEDUÍNO!!!

JUSTIÇA POE FIM A DITADURA EM JUNDIAÍ!!! ESSE É A CARA DO PSDB, ASSIM FOI EM MINAS E ASSIM ERA EM JUNDIAÍ!!!

ANDRÉ BENASSI, CACIQUE DO PSDB, O QUE QUIS IMPLANTAR A LEI DA MORDAÇA QUANDO DEPUTADO FEDERAL, QUE PROIBIA PROMOTORES DE INVESTIGAR POLÍTICOS CORRUPTOS, NA QUAL TAMBÉM ERA INVESTIGADO, PERDEU PROCESSO NO TRIBUNAL PARA CÉSAR TAYAR DO BLOG DO BEDUÍNO, ONDE TENTAVA IMPEDIR QUE ESSE CITASSE SEU NOME EM SUAS MATÉRIAS QUE EXPÕE A VERDADE!!!

Matéria extraída do Blog do Beduíno:

ANDRÉ BENASSI PERDE NO TRIBUNAL ! ! !

Há alguns anos retratamos neste blog a situação política da época onde um domínio público inexpugnável estava em marcha na cidade protagonizado pelo PSDB local, cujo objetivo era perpetuar-se na vida pública de Jundiaí. Naquela época fizemos duras críticas à postura política de dominação dos líderes deste partido, entre eles o ex-prefeito André Benassi. A realidade mostrada neste blog valeu um processo judicial por parte do tucano Benassi que tentou, de todas as formas, censurar e calar a boca deste espaço. Em decisão de 1ª instância um magistrado local deu guarida aos argumentos do ex-prefeito. Decisão judicial não se discute, cumpre-se. Foi então o que fizemos. Porém, exercemos o nosso direito legal e recorremos ao egrégio Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo onde solicitamos àquela colenda corte que reformasse a sentença a bem da liberdade de expressão e da democracia. Em decisão publicada no dia de ontem em seu site, o TJSP reformou, por unanimidade, a sentença de 1ª instância dando provimento ao nosso recurso que foi analisado pelos meritíssimos desembargadores Piva Rodrigues, Galdino Toledo Júnior e Mauro Conti Machado. Leiam abaixo alguns parágrafos da sentença que, depois de 5 anos, deu ganho de causa a este blog:

"...A inicial traz trechos do blog mantido pelo réu reputados como ofensivos e dissociados da verdade, o que não se verifica, contudo..."

"...Com a devida vênia, para além do fato de que não há na sentença descrição explícita dos eventos publicados pelo réu, tampouco da forma pela qual tais divulgações e comentários teriam configurado abuso da liberdade de expressão, a “inexistência de procedimentos investigatórios pertinentes”, por si só, não tem o condão de tolher o exercício da crítica, sobretudo quando diz respeito a pessoa pública, que tem flexibilizada a esfera de proteção de sua imagem..."

"...O requerente se queixa de ter o requerido se valido de expressões alusivas a atos “ditatoriais” e de “coronelismo”. Trata-se, no entanto, de jargões utilizados comumente em debates de cunho ideológico, com intuito manifestamente persuasivo, que não justificam intervenção estatal..."

"...As demais postagens noticiadas na exordial seguem esse padrão, sendo que o uso de expressões jocosas e de impacto configuram manifestação livre de opinião, incensurável no contexto de um Estado de Direito que se pretende consolidado..."

Esta tentativa do ex-prefeito André Benassi de cercear e censurar atos democráticos não é de hoje. Quando ele exercia o seu mandato de deputado federal tentou a todo custo fazer aprovar na Câmara dos Deputados a chamada " Lei da Mordaça ", um projeto que censurava o Ministério Público pois entendia o então parlamentar o seguinte: " Os promotores precisam parar de fazer show como se fossem um grupo de teatro ", como declarou em uma extensa matéria, na época, ao jornal O Estado de São Paulo. Para entenderem melhor o jeito de se fazer política do tucano, leiam abaixo a matéria completa publicada no Estadão na edição do dia 13 de dezembro de 1999:



sábado, 11 de outubro de 2014

PCB PARTIDO COMUNISTA DE JUNDIAÍ, DENUNCIA E SUSPENDE CONCORRÊNCIA CONHECIDA PELOS CARROS DE LUXO E BLINDADOS DA GESTÃO PEDRO BIGARDI!!!


O PCB Partido Comunista Brasileiro, diretório de Jundiaí, através de seus integrantes César Tayar e Fernando Zingra, em defesa do que é público, impetraram no Tribunal de Contas do estado de São Paulo, Medida Cautelar contra a concorrência para a terceirização da frota de veículos de Jundiaí, na qual continha vícios e ilegalidades.
A concorrência em questão ficou conhecida e causou grande indignação por ter 03 (três) carros de altíssimo luxo que deveriam ser blindados, além deles estarem sucateando toda a frota em benefício dessa terceirização.
Com base em todas a informações contidas na Cautelar, o parecer do TC foi favorável a nossa ação e exigiu a suspensão imediata!
Uma grande vitória para a ética, a transparência e o erário de Jundiaí!
Devido a essa minha denuncia, fui atacado ferozmente por apoiador oportunista que se beneficia desse governo através de cargo de CC para sua esposa, em matéria e e-mail que ele informa que essa concorrência seria o melhor para Jundiaí. Mas diante de fatos não há argumentação, então pergunto: Se minha denuncia é mentirosa, por que o TC achou vícios e ilegalidades e suspendeu a concorrência? Quem mentiu e criou matéria em blog e também distribuiu via e-mail para enganar a população? Errado então é o Tribunal de Contas, que suspendeu a concorrência por não conseguir enxergar que essa beneficiaria Jundiaí que só vocês afirmam?
Para justificar e querer dar veracidade, chegou ao cúmulo de postar informação que seria necessário esses veículos luxuosos e blindados para servirem Presidentes, Ministros e Chefes de Estado, como se Jundiaí vivesse em uma guerrilha e as passagens desses por nossa cidade, uma constante! Quer dizer, cidades que não tenha esse tipo de veículo, não poderá receber presidentes, ministros e chefes de estado. É isso? Mas explique como alguns desses já estiveram em Jundiaí algumas vezes e nunca possuímos esses tipos de veículos?
Atitude assim já ocorreu em Jundiaí nessa mesma administração, quando compraram uma caminhonete Mitsubishi L200 Triton, a um custo de R$ 100 mil  para servir o chefe da casa cívil Zeca Pires, pois ele não podia se locomover de Gol, Voyage ou outro carro mais simples! Afinal o que iriam pensar desse senhor, um importantíssimo chefe de casa civil desfilando de carro simples! Como ficaria também seu ego!
Fica visível cada vez mais que esse governo é mesmo a maior fraude política que Jundiaí está tendo, pois desde sua posse,  tem sido alvo de denuncias, processos e atitudes erradas, que tem prejudicado toda a população. E fez sua campanha usando do discurso de moralizador e renovador!
Para nós não importa partidos ou quem é o político, se estiver sendo praticado algum ato que possa lesar o que é público, nós vamos tentar intervir! Isso é uma questão de ética, de caráter e respeito pelos cidadãos, e ao que nos propusemos quando entramos na política! 
Senhor prefeito Pedro Bigardi, cabe então ao senhor agora, começar a dar manutenção na frota pública, que foi comprada com o dinheiro do contribuinte e está se deteriorando em pátios de US ou que está circulando, mas sem itens de segurança.
Não vá querer penalizar a população, dizendo que não há veículos para servir, querendo criar culpados, a fim de justificar essa concorrência descabida!

ABAIXO O PARECER QUE DETERMINOU A SUSPENSÃO.









quarta-feira, 8 de outubro de 2014

DESCORTINANDO A ELEIÇÃO DE JUNDIAI

RESCALDO DA ELEIÇÃO ! ! !

Após o término do processo eleitoral, aqui para Jundiaí, algumas questões precisam de uma análise mais minuciosa. A primeira é o resultado. É claro que o eleitor tem o direito de votar em quem ele quiser, porém o resultado foi desastroso para a cidade. A vitória das candidaturas tucanas milionárias mostram cada vez mais a influência do poder econômico nas eleições. O que essa gente despejou de dinheiro na campanha foi um absurdo, além de terem privilégios inaceitáveis de determinados veículos de comunicação. A eleição destas figuras nefastas mantém na ativa esta política de caudilhos enraizada no município nos últimos 20 anos. Por outro lado, o grupo que se elegeu em 2012 colheu o resultado de sua decisão catastrófica de fazer acertos com o ex-vereador Jorge Haddad e tudo o que ele representa, colocando para a cidade que estão todos de acordo com este modelo político falido que, via de regra, é decidido na calada da noite. Um detalhe profundamente lamentável queremos registrar aqui. Pessoas de nossa estrita confiança disseram que em vários postos de votação, emissários de vários figurões da política local e regional estavam comprando votos. Isso mesmo. Estes pífios seres dantescos chamavam as pessoas mais humildes de lado e ofereciam R$ 80,00 para que esses eleitores votassem em seu candidato. Esta prática, sem dúvida, mostra a lama da corrupção que envolve a política local. Que lixo. Que nojo destes candidatos. Que imundos são estes espectros políticos. De nossa parte podemos garantir que todos os 1.000 votos que recebemos, os quais agradecemos de todo o nosso coração, jamais foram comprados e sim oferecidos por pessoas que não suportam mais esta prática política sórdida e intestina vigente na cidade. E depois os candidatos fazem pose de bom moço discursando o politicamente correto. A nossa democracia continuará sendo uma mentira enquanto este lixo de gente dominar o nosso dejeto cenário eleitoral. Já passou da hora de uma faxina em Jundiaí. Mãos à obra.

Matéria de César Tayar do BLOG DO BEDUÍNO.

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

A TRISTE REALIDADE DAS URNAS!!!

A credulidade e confiança de muitos tolos faz o triunfo de uns poucos velhacos!!!

Marques de Maricá.


MUITO OBRIGADO PELOS VOTOS AOS CANDIDATOS DO PCB!!!

Muito obrigado a todos amigos e amigas que acreditaram e confiaram dando seu voto para os candidatos do PCB.
Não me importa os números, mas sim a certeza que posso confiar nessas, mesmo sendo anônimas! 
Buscaram em nós o que não acharam nos outros candidatos.
Nunca nos procuraram pedindo algo em troca para dar seu apoio, pois assim como nós, não querem se vender, e sim lutar por uma sociedade justa e humana, onde todos possam se beneficiar por igual.
Nossa campanha foi simples, MAS VERDADEIRA, não praticamos a mentira, ao contrário a REPUDIAMOS! Usamos dos nossos recursos; não aceitamos nenhuma doação que não fosse de amigos que partilhasse da mesma ideologia, pois não somos empresas ou bancos para investirem em nós, pois nosso compromisso é com a coletividade, e não em benefício de um ou outro.
Nossa luta é eterna, e não nos rendemos, pois nunca seremos vencidos, pois somos livres!!!
Lembrando: O PCB não briga por cargos, e sim luta por princípios!!!


MUITO OBRIGADO!!!

domingo, 5 de outubro de 2014

PCB PEDE CASSAÇÃO DAS CANDIDATURAS DE MIGUEL HADDAD, LUIZ FERNANDO, ALOYSIO NUNES, TODOS DO PSDB E A CONCESSÃO DA RÁDIO DIFUSORA!!

Matéria copiada do blog do PCB Jundiaí.

PCB PEDE CASSAÇÃO DE MIGUEL HADDAD, LUIZ FERNANDO MACHADO, ALOYSIO NUNES, TODOS DO PSDB E DA CONCESSÃO DA RADIO DIFUSORA JUNDIAIENSE POR FAVORECIMENTO ILEGAL!!!!

No último dia 26 de setembro, em plena campanha eleitoral, a Rádio Difusora Jundiaiense, recebeu em seu estúdio para uma entrevista os candidatos do PSDB Miguel Haddad, deputado federal, Luiz Fernando Machado deputado estadual e Aloysio Nunes, vice presidente, em um programa que foi transmitido para toda Jundiaí e região.
Isso é totalmente ilegal, pois como não houve qualquer convite a nenhum outro candidato para a participação nessa entrevista, ficou caracterizado o favorecimento da Rádio Difusora, em beneficiar esses candidatos.
Quando do início da campanha eleitoral, os veículos de comunicação são proibidos de transmitir entrevistas ou qualquer material fora do horário eleitoral que possa beneficiar um candidato ou partido. A lei é federal.
Em virtude desse fato. o PCB - Partido Comunista Brasileiro, que também disputa cargos políticos e em Jundiaí tem integrante ao cargo de deputado federal Tayar 2121, se viu lesado e resolveu protocolar denuncia de crime eleitoral, para que seja apurado e constatado o crime, as candidaturas de Miguel Haddad, Luiz Fernando Machado e Aloysio Nunes, sejam cassadas, bem como a cassação da concessão federal da Rádio Difusora.
Com esse tipo de favorecimento, fica muito fácil se fazer campanha e se projetar politicamente, ficando em vantagem dos outros candidatos.
Os candidatos denunciados não se preocuparam com esse fato, mesmo sabendo da sua ilegalidade, pois não são marinheiros de primeira viagem e fizeram questão de postarem nas redes sociais fotos da entrevista no estúdio da Rádio.















sábado, 4 de outubro de 2014

O OPORTUNISMO DO PSDB, A DIREITA DISFARÇADA, A DIREITA MORTADELA!!!

Vejam como os apoiadores do PSDB são oportunistas e hipócritas! Tem uns que deliram sobre terrorismo, acusando governantes e partidos de esquerda de terem sido ou de querer praticar, mas se esquecem de comentar sobre o vice do Aécio, o Aloysio Nunes, que segundo eles também deveria ser terrorista, já que na ditadura pegou em armas e assaltou trens em Jundiaí! Pois é, o PSDB, tem um peso e duas medidas!!! Por isso eu digo, que nenhum desses está preocupado com o Brasil, alguns querem o seu quinhão, outros comem mortadela e arrotam peru, então não aceitam que pobres possam cursar universidade, ter carro, ter casa própria, poderem viajar de avião e irem ao exterior, e outras coisas mais!!! Essa classe que defende a direita e não assume, se sente despojada de seus direitos, que eles achavam que outros tinham obrigação de lhes servir!!! Pra esses deve ser difícil ver uma empregada doméstica com celular de + de R$ 1.000 reais, dessa chegar em sua casa de carro do ano, dos filhos dessa não darem sequencia ao emprego de sua mãe, pois estão em uma universidade. Deve ser difícil para esses terem de engolir isso, pois era uma minoria que se achavam os donos do Brasil! Lembrando a esses que não acordaram ainda, que se não fossem esses "terroristas", não poderiam estar em um grupo social debatendo idéias, estariam ainda andando de carroças, telefonia móvel nem pensar e outras coisas que as lutas desses "terroristas" proporcionaram!!! Quando apontam um dedo, eles se esquecem de que há quatro contra eles!!! Então qual a moral desses que postam sandices criadas pelo ódio de perderem o poder e terem de dividir espaços com quem eles sempre subjugaram???





DENUNCIAS E PROCESSOS É O QUE OFERECERAM A JUNDIAÍ O PSDB, O PT E O PCdoB!!! CHEGA DE OPORTUNISMO!!!

Hoje fui pedir votos em um bairro e fui recebido da seguinte forma: Se for uma nova legenda nós votamos, mas se for PT, PSDB e PCdoB, nem peça o voto!!! São sempre os mesmos, com os mesmos discursos e as mesmas promessas demagogas!!! Jundiaí cansou disso!!!
Realmente o que esses partidos e seus integrantes ofereceram a Jundiaí além de denuncias e processos? Nada!
Está na hora de acabarmos com isso e colocarmos pessoas que realmente queiram compromisso com nossa cidade!!!
Tayar 2121 Deputado Federal a anos vem denunciando todos os desmandos praticados pelas administrações, e agora se coloca a disposição com a mesma garra e determinação que faz as denuncias!!!
Dia 5 é o dia de você jundiaiense, que quer ver sua cidade fora das mãos de oportunistas darem uma chance com seu voto para Tayar 2121 Deputado Federal.









 

É CHEGADA A HORA, E JUNDIAÍ VOTA EM JUNDIAIENSE!!!

CARÍSSIMOS, JUNDIAÍ VOTA EM JUNDIAIENSE!!! 


POR ISSO PEÇO SEU VOTO PARA SENADOR EDMILSON COSTA 210, COM FERNANDO ZINGRA PARA 1º SUPLENTE, ALÉM É CLARO DO NOSSO COMBATIVO TAYAR 2121 DEPUTADO FEDERAL, DO BLOG DO BEDUÍNO QUE A ANOS VEM DENUNCIANDO A CORRUPÇÃO!!!


NÃO CONFUNDA DISCURSO DE ÓDIO COM LIBERDADE DE EXPRESSÃO!!!

Liberdade de expressão é o direito de manifestar livremente opiniões e ideias. Entretanto, o exercício dessa liberdade não deve afrontar o direito alheio, como a honra e a dignidade de uma pessoa ou determinado grupo. O discurso do ódio é uma manifestação preconceituosa contra minorias étnicas, sociais, religiosas e culturais, que gera conflitos com outros valores assegurados pela Constituição, como a dignidade da pessoa humana. O nosso limite é respeitar o direito do outro.


quinta-feira, 2 de outubro de 2014

PASMEM CONTRIBUINTES!!! PREFEITURA DE JUNDIAÍ LEVANTA SUSPEITA DE NÃO TER DINHEIRO PRA PAGAR FUNCIONALISMO, MAS QUER COMPRAR CARROS DE LUXO BLINDADOS!!!


Prefeitura gestão Pedro Bigardi - Durval Orlato / PCdoB-PT, abriu ontem licitação para a frota de veículos  que eles querem que componham essa administração.
Entre os veículos solicitados, estão 03 (três) carros de luxo, pasmem mais ainda, deverão ser blindados!!! Pra quê??? Valor da licitação R$ 30.538.771,68, uma bagatela não é??? Ainda mais quando não é com o dinheiro deles!!! É muito fácil andar de carros luxuosos com o dinheiro do contribuinte!!! E quem eles estão pensando que são e onde estão para tamanho afronta para com o cidadão jundiaiense???
A questão de dias, o sindicato do funcionalismo, levantava e ainda levanta a suspeita da falência financeira da prefeitura, pois estão com receio de que não haja dinheiro para o pagamento do funcionalismo. E esses abrem uma licitação desse porte para saciar egos???
Para essa licitação, irão usar a desculpa  de que não há veículos em condições e que não compensa a manutenção do existentes. Mas o que ocorre é que a ordem é não dar mais manutenção nos veículos, deixando-os se deteriorarem. Existem várias ambulâncias com pneus lisos que não podem sair as ruas, mas não podem ser trocados, veículos de trânsito sem pneus e luzes de freio ou lanterna, carros parados por uma simples troca de filtro de óleo ou de combustível, mas esses estão se deteriorando ao tempo, para que eles possam dizer que os carros se estragaram! Mas lógico que se estragaram, deram ordem pra não mandar nada mais pra nenhuma mecânica,, mesmo essas tendo contratos de manutenção vigentes. Há máquinas semi novas na Rua Dino paradas para apodrecerem! Ali é um verdadeiro cemitério de desperdício do dinheiro público!
A frota de veículos da prefeitura não é tão velha e se dada a manutenção correta, ficará muito mais barata do que esses R$ 30.000 milhões que eles querem gastar!
Acredito que o Tribunal de Contas de São Paulo e o Ministério Público, poderão também me dizer se essa licitação está legal pela forma como está sendo conduzida e também pelos veículos que estão querendo adquirir.
Isso que eu estou fazendo, quem deveria fazer seria a Câmara de Jundiaí, mas essa é uma vergonha, pois tamanha é sua inércia e apoio a todas as atitudes do prefeito, sem nenhum questionamento.
Onde está o presidente  Gerson Sartori? Será que  mais preocupado com sua campanha a deputado federal? Será que é muito mais importante do quê fazer a principal função que cabe ao vereador: FISCALIZAR OS ATOS DO PREFEITO E DA PREFEITURA.






terça-feira, 30 de setembro de 2014

ERRO PRIMÁRIO DE PORTUGUÊS NA MENSAGEM DO 156 DE JUNDIAÍ, REALMENTE PÕE EM XEQUE A CAPACITAÇÃO!!!


Tenho conhecimento que a nossa língua portuguesa é complexa e passível de erros, em muitas vezes até por quem é especialista, mas quando esse erro ocorre em uma fala simples, que deveria terminar no plural, e em um orgão como a Prefeitura de Jundiaí, tem é de lamentar, é de questionar a capacitação dos que estão no poder!

Ao ligar no 156, doeu escutar a seguinte mensagem:

Atendimento 156 Prefeitura de Jundiaí, aguarde, você está sendo transferido para um de nossos atendente.

O correto:

Atendimento 156 Prefeitura de Jundiaí, aguarde, você está sendo transferido para um de nossos atendentes.

Melhor ainda:

Atendimento 156 Prefeitura de Jundiaí, aguarde, você está sendo transferindo para uma de nossas atendentes. (Visto que só há mulheres atendendo nesse setor).

Como diz o ditado: Quem nasceu para apito, não chega a corneta!

MAIS UM PROCESSO CONTRA MIGUEL HADDAD - PSDB POR MÁ GESTÃO COMO PREFEITO!!!


A comprovação de que seus governos não passaram de má gestões, é mais esse processo datado de 2013, quase um ano após perder a prefeitura de Jundiaí, onde é condenado pelo licitação irregular da contratação da SOCICAM como empresa administradora da nova rodoviária.
Assim são seus governos, carregados de denuncias e processos, e novamente questiono seu slogan em sua campanha para deputado federal: Experiência comprovada.
Será???




Fonte: Tribunal de Contas do Estado de São Paulo

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

A MÁFIA DA SAÚDE NA GESTÃO MIGUEL HADDAD!!!


Os 20 anos de PSDB tiveram uma marca singular em nossa Jundiaí, a marca das DENUNCIAS sobre uma má gestão!
Seu maior expoente é sem dúvida alguma Miguel Haddad, que tenta se eleger deputado federal com um slogan que só compra aqueles que um dia de forma direta ou indireta se beneficiaram em seu governo, aqueles que tem pouca memória ou aqueles a quem as notícias de como foram suas gestões, nunca chegaram!
Em 24 de novembro de 1999, durante a gestão Miguel Haddad, o Jornal a Folha de São Paulo publicava a seguinte manchete:

POLÍCIA FEDERAL DE CAMPINAS INVESTIGA MÁFIA EM REDE DE SAÚDE DE JUNDIAI!!!

Estarrecedor e inaceitável! O próprio ex secretário de saúde, confirmava as denuncias! 

Leiam aqui a matéria:

A Polícia Federal de Campinas está investigando a existência de uma "máfia" na rede pública de saúde de Jundiaí (36 km de Campinas). O pedido foi feito pelo MCC (Movimento Contra a Corrupção) da cidade.
Uma auditoria do Ministério da Saúde identificou uma série de irregularidades no atendimento do SUS (Sistema Único de Saúde). Entre elas estão cobranças indevidas de internações.
O relatório da auditoria está sendo usado pelo MCC como base para as investigações pedidas à Polícia Federal.
Em alguns casos foram detectadas cobranças ilegais de R$ 14.275,27 por atendimento.
O ministério aguarda envio, em no máximo 30 dias, de um relatório de defesa das unidades de saúde da cidade.
A condução do caso vem sendo mantida em sigilo pela polícia.
O delegado da PF em Campinas, Admir Tozo, não foi localizado ontem pela Folha para comentar as investigações.
A abertura do inquérito na PF foi pedida na última sexta-feira.
O MCC é uma organização não-governamental criada por profissionais de vários setores da cidade para denunciar supostos casos de corrupção em Jundiaí.
A assessoria de imprensa do ministro José Serra informou que caso as irregularidades não sejam explicadas e sanadas, o ministério pode determinar o descredenciamento do SUS e o pagamento de multas pelas irregularidades.
Os procedimentos irregulares foram encontrados pela auditoria no Hospital e Maternidade de Jundiaí e no Hospital São Vicente de Paula. No último foi constatado, por exemplo, o pagamento sem contrato a uma empresa por prestação de serviços.
A auditoria detectou ainda irregularidades em pelo menos 45% das guias para internação no São Vicente de Paula e 52% das guias no Hospital e Maternidade.
O coordenador-geral do MCC, engenheiro Gilberto Valverde, acusa o prefeito Miguel Haddad (PSDB) de ter tentado "abafar" o caso alterando a composição do Comus (Conselho Municipal da Saúde).
O órgão deliberativo é responsável pela fiscalização na rede de saúde da administração municipal. Há cerca de 15 dias vem sendo presidido pelo secretário municipal da Saúde, Cesar Tayar César de Oliveira.
"O prefeito pensa que não existe ninguém vendo o que ele está fazendo na cidade, mas essa situação não vai ficar assim", disse Valverde.
Haddad informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que não tem conhecimento das denúncias e que recebeu o relatório da auditoria.
A ocorrência das irregularidades foi confirmada pelo ex-secretário Rubens Alcino Dutra Alves (Saúde), que disse ter saído da administração municipal por não ter conseguido conduzir as mudanças desejadas.
Alves ocupou o cargo até março de 1998 e, segundo ele, depois de ter criado procedimentos administrativos na secretaria.
"Saí porque não consegui mudar. O que existia de errado lá já vinha sendo feito há muito tempo e não sei como está hoje", afirmou o ex-secretário.


Com uma matéria dessas, dá pra duvidar de seu slogan de campanha: Experiência comprovada.





domingo, 21 de setembro de 2014

NOVO TREVO DE JUNDIAÍ SAI SÓ COM NOVO GOVERNO E COMPROVA A INCAPACIDADE DOS GOVERNOS PSDB!!!

Vejam o bem que foi Jundiaí estar fora do governo PSDB! A maior prova está nessa matéria sobre a vinda do NOVO TREVO DE ACESSO!
Durante anos, todos esses sob o governo de um nefasto partido, o PSDB, o cidadão jundiaense amargou o caos para entrar e sair da cidade, mudava governo e a conversa era sempre a mesma, que iriam alterar, isso se tornou até uma lenda!
Esses mesmos "governantes" de Jundiaí, também ocuparam cargos estadual e federal:

André Benassi - Deputado Federal
Ary Fossen - Deputado Estadual (2 vezes)
Miguel Haddad - Deputado Estadual
Luiz Fernando Machado - Deputado Federal

Atente que todos os que passaram pela prefeitura ocuparam cargos de deputado, que lhes dariam maiores condições de interferir juntos aos governos federal e estadual para que a questão dos acessos de Jundiaí fossem resolvidos, claro, se eles realmente tivessem tido interesse! Mas somente se preocuparam com a especulação imobiliária, que piorou a situação tremendamente, inflaram Jundiaí com condomínios, sem que nenhum tivesse um estudo de impacto para tentar amenizar a vida do cidadão que já morava aqui, e do que estaria por vir.
Contesto veemente o governo Pedro Bigardi, mas um indivíduo ou perfil falso, disse que Jundiaí cresceu graças ao PSDB, e que comunistas são retrógrados. Eu sou comunista do PCB, mas é nas mãos de um partido que se diz comunista, PCdoB, que saiu o novo trevo de Jundiaí! Quer dizer, realmente precisou administração jundiaiense ser trocada radicalmente para que se solucionasse o problema gravíssimo dos acessos congestionados de nossa cidade. Se Luiz Fernando Machado, não tivesse perdido o pleito de 2012, com certeza o cidadão jundiaiense continuaria sem ter essa excelente notícia, pois como deputado federal, seu mandato foi pífio, não chegando nem a pontuar entre os 100 melhores!
Em breve o jundiaiense irá respirar tranquilo e não mais precisará se estressar nos acessos. Eu fui dos que tive que me privar de estar junto a natureza para morar no centro, pois se tornara impossível cumprir horários!
O CONAR que regulamenta as propagandas, também deveria fiscalizar e coibir propaganda política, pois inverdades são ditas, como a de um ex prefeito que tenta se eleger deputado federal, afirmando que tem experiência comprovada! Por esses fatos apresentados, a experiência declarada, passa a ser duvidosa!


Crédito foto: Jornal de Jundiai

NÃO DÁ MAIS PRA TOLERAR ESSE TRÂNSITO EM JUNDIAÍ!!!

Hoje (20/9) às 9 h, rua Anchieta e travessas, rua Baronesa do Japi e travessas até o início da av. Jundiaí.
Chega de governos incapacitados! 20 anos de PSDB e não conseguiram apresentar um plano sequer, foram 20 anos de governos incapacitados. E um desses representantes como candidato a deputado federal hoje, tem coragem de dizer que tem experiência???
Governo Pedro Bigardi, colocou um amigo que não entendia nada de trânsito e amargamos mais um ano de incapacidade,. Trouxe pessoas de cidades que não conhecem a nossa e continuamos com o caos nas ruas!!! Pagaram R$ 4 000 milhões pra uma empresa de São Paulo presentar um plano, o que determina que as pessoas que compõem a secretaria de transportes, não são capacitadas para o que foram contratadas! Esse plano só será apresentado quando eles estivem deixando a prefeitura e 2016! Quer dizer, nosso dinheiro foi e continua sendo jogado no ralo!!! Falta respeito com o cidadão!
A mudança não pode mais esperar, está na hora do cidadão de bem exigir o fim desses oportunistas que se perpetuam a mais de 20 anos!!!


GOVERNO MIGUEL HADDAD TAMBÉM PROMETEU MAS NÃO ENTREGOU PARA A POPULAÇÃO DA VILA PROGRESSO UM PA - PRONTO ATENDIMENTO!!!

Essa postagem tem principalmente o objetivo de provar que os governos PSDB não foram nenhum paraíso como tentam provar os oportunistas, em decorrência da falência do governo Pedro Bigardi!
Essa semana estivemos a filmar e denunciar a promessa não cumprida de Pedro Bigardi entregar no primeiro ano de seu mandato 3 UPA, sendo que estamos ao final do segundo ano de mandato e não conseguiu entregar nenhuma, nada tão diferente como os governos do PSDB.
Em busca de informações, encontrei essa foto, tirada pelo GOOGLE EARTH em março de 2011, gestão Miguel Haddad, quando ele colocou a placa de sua administração na Rua Zuferey nº 1180, que ali seria construído um PA, ocorre que seu governo acabou e o terreno continua vazia e a população da Vila Progresso não tolera mais demagogia!
Algumas pessoas podem ter memória curta e esquecer as promessas e os fatos que marcaram administrações passadas, mas eu não esqueço!
Acreditando nesse esquecimento, o ex prefeito e atual candidato a deputado federal, diz em sua campanha que tem experiência! Será que é essa experiência que a população quer???
Isso prova, que tanto PSDB, PCdoB e PT, são tudo farinha do mesmo saco, os administradores são diferentes, mas as práticas são idênticas!!!



terça-feira, 16 de setembro de 2014

CONHEÇAM A EXPERIÊNCIA DE MIGUEL HADDAD - 4ª PARTE. O SUPERFATURAMENTO DA REPRESA DO DAE EM 320%

O SUPERFATURAMENTO DA REPRESA DO DAE EM 320%


Era o segundo mandato de um certo ex-prefeito de nefasta memória. Quando foi planejada, a represa de Jundiaí deveria atingir a cota de inundação de 720 metros, com um investimento previsto de R$ 50 milhões. Mas, para não gastar mais com desapropriações, o sucessor deste nefasto prefeito, o seu vice Miguel Haddad, determinou que a cota seria de 715 metros. Os gastos estavam em R$ 38 milhões e seriam precisos mais R$ 30 milhões para as desapropriações. Hoje a inundação está em 711 metros, 9 metros abaixo da cota inicial.

Em uma auditoria feita em 1999, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo constatou que a construção da represa chegou a um triste superfaturamento da obra em até 320%. Em sua sentença, a Egrégia Segunda Câmara do TCE-SP disse, entre outras coisas, o seguinte:

"...Preços, em média, 30% superiores aos de mercado, com picos que chegam aos 320%..."

"...Além disso, os preços se revelam flagrantemente incompatíveis com os de mercado, como o custo exorbitante do canteiro de obras, comparado com obras de porte semelhante..."

"...São, também, irregularidades graves, mais do que suficientes para incriminar o procedimento sub examine..."

O nível de água da represa deveria subir mais 9 metros acima do nível em que está hoje para não faltar água. No nível em que está, a água não dá para 3 meses de consumo sem a importação do Rio Atibaia. Acontece que o Rio Atibaia está comprometido pois também recebe água do Sistema Cantareira que está com suas reservas quase esgotadas. Um detalhe: Se a prefeitura elevar o nível da represa mais 9 metros, necessários para o nosso abastecimento, o lindo Parque da Cidade, que custou R$ 7 milhões ao erário, ficará debaixo d'água.

A empresa que construiu a represa de Jundiaí foi a Construções e Comércio Camargo Corrêa S/A, empreiteira que está envolvida em uma série de denúncias de superfaturamento de obras, fraude em licitações e doações ilegais para campanhas eleitorais. Em uma mega operação da Polícia Federal chamada "Castelo de Areia", diretores da Construtora Camargo Corrêa chegaram a ser presos e indiciados pela Polícia Federal pelos crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, câmbio ilegal e formação de quadrilha. Foi esse quilate de empresa que manteve contrato com o executivo de Jundiaí para a construção de nossa represa.


Nota desse blog: O prefeito em seu segundo mandato era André Benassi.


CONHEÇAM A EXPERIÊNCIA DE MIGUEL HADDAD - 3ª PARTE. O NEBULOSO CASO DO ANTIGO QUARTEL ! ! !

O NEBULOSO CASO DO ANTIGO QUARTEL ! ! !

1998: O irmão do então prefeito Miguel Haddad torna-se um dileto proprietário do terreno de 11.800 m2 no centro de nossa cidade onde instalou-se durante muitos anos a 2ª Cia. de Comunicações do Exército Brasileiro. Entenda como ocorreu este intrigante fato.

Uma transação envolvendo a Fundação Habitacional do Exército e a empreiteira R.E. Construções e Empreendimentos Ltda. possibilitou a obra de um condomínio residencial para os generais no coração do Ibirapuera em São Paulo e garantiu um ótimo negócio para o arrojado empresário Riad Haddad, irmão do ex-prefeito Miguel Haddad.

As bases do negócio foram ajustadas por meio de 2 contratos. O primeiro, denominado "contrato de obra sob regime de empreitada global", foi celebrado em 22 de dezembro de 1998. O segundo, "alienação por permuta", foi firmado em 17 de fevereiro de 2000 no escritório da Gerência Regional de Patrimônio da União em São Paulo.

Em troca da construção do prédio para os generais, o empresário e irmão do ex-prefeito tucano ficou com uma área de 11.800 m2 no centro de Jundiaí onde funcionou durante anos a sede da 2ª Cia. de Comunicações do Exército Brasileiro.

Um detalhe que despertou a atenção do Ministério Público na época, que instaurou um Inquérito Civil sobre o assunto, é que a R.E. Construções e Empreendimentos Ltda. foi constituída em 16 de dezembro de 1998, apenas 6 dias antes da assinatura do contrato com a Fundação Habitacional do Exército. Nesse mesmo ano, o então prefeito Miguel Haddad lançou um projeto de revitalização do centro, um negócio de R$ 1,27 milhão realizado pela FBS Construção Civil e Pavimentação Ltda., que valorizou todos os imóveis da região, inclusive este agora de propriedade do irmão do nobre ex-prefeito.

Porém, houve uma ilegalidade neste processo todo. No meio deste terreno de 11.800 m2 existe uma faixa de terra de 4 metros de largura, antigamente chamada de Beco do Pelourinho, que consistia em uma viela pública que ligava a Rua do Rosário com a Rua Senador Fonseca. Há um documento assinado pelo então comandante do 12° GAC, Cel. José Maria Souza Nunes, dizendo que essa faixa de terra não poderia ser utilizada para finalidade diferente daquela prescrita e nem permitir sua invasão, seu desmembramento ou qualquer outro dano à propriedade. Diante desse documento fica claro que o Beco do Pelourinho é uma passagem de 4 metros de largura, de domínio público e, portanto, inegociável para qualquer natureza. Acontece que essa faixa de 4 metros foi incorporada ao total do terreno e também negociada pelo exército com a empreiteira do irmão do ex-prefeito. Por ser uma viela pública esse negócio jamais poderia ter sido feito.

Todo este rumoroso caso foi alvo de matéria de página inteira no jornal O Estado de São Paulo cuja edição data de 4 de junho de 2000.



CONHEÇAM A EXPERIÊNCIA DE MIGUEL HADDAD - 2ª PARTE. O ESCÂNDALO DA CONSTRUÇÃO DO BAIRRO FAZENDA GRANDE!

MIGUEL HADDAD E O SOCIAL!!! 



Ano 2000 - Para a viabilização do loteamento Fazenda Grande foi constituída a Jundiaí Cooperativa Habitacional cujos diretores eram vários nobres secretários do então prefeito Miguel Haddad. Relembrem mais este assombroso caso perdido em nosso tempo.

Um dos principais discursos do PSDB nos 20 anos em que esteve no poder foi o de oferecer casas ao trabalhador de Jundiaí através de uma política habitacional popular levada a cabo pelos pífios prefeitos tucanos que muito "trabalharam pelo povo". Mais uma grande mentira deslavada que vamos desmascarar novamente neste momento. O início de mais esta fantasia política do medíocre PSDB aconteceu com o lançamento do loteamento Fazenda Grande durante a gestão de Sua Excelência e então prefeito de Jundiaí, o califa Miguel Haddad. Um grande e lucrativo negócio imobiliário realizado em terreno público.

Na época a prefeitura adquiriu 800.000 m2 de terreno, para realizar a construção do loteamento Fazenda Grande, pelo preço simbólico de R$ 0,30 (trinta centavos) o lote. O objetivo seria a construção de casas populares a preços também populares. Esta área foi repassada para a FUMAS para a organização do tão esperado empreendimento. Naquele momento constituiu-se uma cooperativa chamada Jundiaí Cooperativa Habitacional, onde inúmeros de seus nobres cooperados e diretores eram, acredite se quiser, secretários da prefeitura.

Esta cooperativa foi constituída em 30/03/1999 e cadastrada na Junta Comercial sob o CNPJ 03.121.630/0001-02. A partir daí, os lotes que foram adquiridos a R$ 0,30 cada um começaram a ser vendidos a míseros R$ 2.025,00 e sua infra-estrutura a R$ 6.482,38. Assim sendo, o terreno mais a infra-estrutura, que deveriam ser de graça por ser habitação popular, custaram aos mutuários o módico, irrisório e desprezível valor de R$ 8.507,38.

Além desse custo, os compradores tinham ainda de pagar o valor da construção do imóvel, que na comercialização efetivada pela tal cooperativa ficou assim: 1ª fase = Casa com 1 dormitório - R$ 21.350,00; Casa com 2 dormitórios - R$ 26.000,00. 2ª fase = Casa com 1 dormitório - R$ 25.400,00; Casa com 2 dormitórios - R$ 30.600,00; Casa com 3 dormitórios - R$ 33.960,00.

Resumo da ópera: A prefeitura comprou os lotes por R$ 0,30 para construir "habitação popular" e a cooperativa chegou a vender as casas por quase R$ 34 mil, exigindo uma renda mensal de 5 salários mínimos para que os munícipes pudessem adquirir o imóvel. A Jundiaí Cooperativa Habitacional obteve financiamento junto à Caixa Econômica Federal e realizou as obras de construção das casas e de infra-estrutura do loteamento. O valor financiado foi R$ 60 milhões.

Apenas lembrando que existia um outro tipo de financiamento da CEF realmente popular, o PSH - Programa de Subsídios à Habitação, onde através do qual os mutuários pagariam a metade do valor da incrível cooperativa. O PSH era um tipo de financiamento público destinado ao comprador com renda até 5 salários mínimos onde a prefeitura DOARIA o terreno, o governo federal subsidiaria parte daquela obra e o comprador financiaria apenas PARTE de sua casa.