quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

BIGARDI TORRA DINHEIRO PÚBLICO E PÕE EM RISCO SEGURANÇA DE JUNDIAÍ!!!

O prefeito fraude política Pedro Bigardi, ex PCdoB, atual PSD, esperou o carnaval para confirmar a terceirização da frota de veículos da Guarda Municipal, sob alegação de contenção de gastos. Se isso fosse verdade, seria louvável, mas não é!!!

O custo dessa locação por ano sairá o absurdo de R$ R$ 3.138.359,52, o que daria pra comprar muitas viaturas novas, o que por alguns anos não dariam manutenção, mas preferem alugá-las. E por que???

O custo da manutenção da atual frota da GM ao ano é de R$ 380.000,00.

Quando uma viatura desses apresentar problema e parar, haverá a substituição imediata de outra idêntica ou Jundiaí contará com reservas? Não! Haverá uma viatura a menos, diminuindo a segurança!!!

O maior problema e perigo, é que a frota atual virará sucata, e não mais poderá ser utilizada, e ao final desse contrato de locação, os carros deverão ser devolvidos, ficando a GM de Jundiaí sem veículos, criando um verdadeiro caos, pois diminuirá a segurança, já falida pelo governador fascista Geraldo Alckmin! Ai a prefeitura deverá comprar novas viaturas, o que poderia já ser feito com o investimento anul de mais de R$ 3 milhões em locação!!!

A quem eles acham que enganam??? Só se forem os 19 pseudos vereadores, pois esses nem se pronunciaram e ainda foram pular carnaval na avenida, comendo e bebendo com o dinheiro público!!!

Não há oposição por parte dos 19 vereadores ao governo fraude política Pedro Bigardi, todos, até quem pela lógica deveria ser oposição, os do PSDB, o aplaudem e não contestam qualquer ação desse!!! Uma verdadeira conivência com todos os atos ilegais e errados dessa administração!!!

EU QUERO O FIM DO GOVERNO FRAUDE PEDRO BIGARDI E A TOTAL RENOVAÇÃO DOS 19 PSEUDOS VEREADORES!!!



sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

GOVERNO PEDRO BIGARDI E DURVAL ORLATO, A MAIOR FRAUDE POLÍTICA DE JUNDIAÍ!!!

A partir da próxima semana, postarei o plano de governo criado por Pedro Bigardi e Durval Orlato, o qual foi usado para se se elegerem.
Nesse plano, poderemos ver que não foi realizado quase nada do proposto, tudo não passou de atrativo para encher os olhos do munícipe jundiaiense e chamar votos, nem a questão da transparência foi respeitada.
É possível afirmar que foi um cheque sem fundos passado para a população, e como toda dívida, tem de ser cobrada e seus emissores responsabilizados.
A população queria mudanças, pois não mais tolerava os desmandos praticados pelo PSDB, que só fazia rodízio entre alguns de seus integrantes, transformando nossa Jundiaí em seu quintal de negócios, e usavam da prefeitura para beneficio próprio. Pedro Bigardi e Durval Orlato percebendo essa vontade da população, aproveitaram e criaram seu plano de governo e discurso em cima do que o munícipe queria escutar e o que queria que ocorresse, mas após se elegerem, passaram a praticar tudo aquilo que condenavam.
Tudo isso será mostrado ao decorrer da apresentação desse plano, uma das maiores fraudes políticas já criada em Jundiaí.
Atentem que, esses vendo o barco fazer água e querendo se desvincular da imagem do PT e do PCdoB, saíram em busca de outras siglas para tentarem se elegerem, Pedro Bigardi se filiou ao PSD, partido que integra seu governo e Durval foi para o PROS.
Pedro Bigardi é tido como traidor por ex apoiadores, pelo seu ex partido e integrantes, o qual usou para se eleger, por seus militantes socialistas e pela população.




quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

CONTANDO AS HORAS...


Estou contando as horas para o fim desse governo dessa fraude política Pedro Bigardi e o outro nem era pra existir, foi ressuscitado...
Jundiaí quis mudanças, pois não tolerava mais o nefasto PSDB transformando nossa cidade em seu quintal de negócios com grupos ficando milionários, mas infelizmente esse indivíduo que depositamos as esperanças, traiu Jundiaí, seus parceiros e até o partido que se elegeu. 
Pedro Bigardi não merece o respeito e muito menos o voto de qualquer um dos 140.000 votos que o elegeu.
FORA PT, PCdoB e PSDB e o próximo partido que essa fraude se filiar para querer enganar a população!!!
Quem quiser ir acompanhando quanto tempo falta, basta acessar esse link que irá para o relógio:

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

A VERGONHOSA VERDADE SOBRE OS CARGOS COMISSIONADOS, QUE NÃO SÃO DE QUEM OS OCUPAM!!!


Em matéria no Jornal de Jundiaí, sobre a questão dos 306 cargos de comissão que a administração fraude política Pedro Bigardi deverá demitir e devolver o dinheiro, podemos ver algo curioso na foto; ao invés dos ocupantes desses cargos que deveriam estar preocupados e eles estarem em reunião com o prefeito fraude política Pedro Bigardi, estão todos os vereadores!
O que significa isso? Será que todos os CC deram carta branca para os vereadores responderem por eles? Será que todos os vereadores estão preocupados com um possível problema social com a demissão dos 306 CC? Não! A verdade é algo vergonhoso que ocorre a anos em nossa cidade, criada pelas administrações passadas que abriram essa porta com a clara finalidade de captarem apoiadores para que trabalhassem para os políticos a fim de os ajudarem em sua reeleição e se perpetuarem no poder!
Pedro Bigardi sempre me dizia: Fernando, se eu for eleito, a primeira coisa que farei será acabar com essa farra de CC que ocorre com os vereadores, esses não devem ter nenhum CC! Mas tudo não passou de um grande engôdo, pois na sequência a sua eleição, pôs Gerson Sartori e Durval Orlato para negociarem com Jorge Haddad, "diretor da câmara", outro cargo imoral criado por Miguel Haddad, que por coincidência também condenado pelo Pedro, mas agora mantido, onde Jorge seria o meio de campo com os vereadores, e ai tudo que ele falou ser contra, passou a praticar. Posso dizer que o Pedro é uma pessoa de dois discursos, um usado para se eleger e o outro para ter o poder, mesmo que esse não seja dele, mesmo que ele esteja se enganando e engando aqueles que lhes depositaram sua confiança.
Quem serão esses 306 CC a serem demitidos? Podem ter a certeza que isso irá dar muita dor de cabeça ao Pedro, pois pela foto podemos ver que nenhum vereador vai querer perder os seus apoiadores ou melhor CC, mas ai temos outros envolvidos nessa administração que também não irão arredar pé. Como diz o ditado: Quem muito abaixa, mostra a bunda! 
Cargo de CC é uma grande afronta ao funcionalismo, que estudou, pagou pela prova e fez por merecer para ocupar aquele cargo, pois o CC muitas vez não tem qualquer profissionalização e capacitação da função que deverá exercer, que é a mesma de algum funcionário de carreira, e entra ganhando um salário muito superior, o que causa uma grande insatisfação e desmotivação no funcionalismo.
Cargos comissionados devem ser usados somente em posições estratégicas, se houver a necessidade de pessoal para alguma função, abre-se concurso ou poderá haver promoções.



terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

MP DÁ UM CALA BOCA EM PEDRO BIGARDI E DETERMINA: ACABE JÁ COM A FARRA DE CARGOS COMISSIONADOS E DEVOLVA O DINHEIRO!!!


O Ministério Público  através de liminar determinou que esse governo fraude política Pedro Bigardi, demita imediatamente 306 cargos comissionados que estão somente inflando as despesas da prefeitura sem qualquer funcionalidade e que DEVOLVA TODO O DINHEIRO!!!
Pedro Bigardi, em sua campanha dizia que iria diminuir o excesso de cargos comissionados, ou cargos de confiança, e os que fossem necessários seriam da cidade de Jundiaí. Seu discurso tinha como alvo o PSDB, que inflava a prefeitura com esses cargos, somente visando sua reeleição, vejam matéria:

Mas não foi isso que Pedro Bigardi fez, podemos então afirmar que seu discurso foi demagogo, criado somente com uma finalidade, agradar ao munícipe e o funcionalismo, para somente conseguir se eleger!

Em matéria recente Cesar Tayar, Secretário Político do PCB, e feroz oposicionista dessa fraude de governo bem como do PSDB, em seu Blog do Beduíno, informou que  a prefeitura vinha gastando R$ 80 milhões por ano, somente para custear 800 cargos de comissão, o que coloca essa administração em recorde, pois a do nefasto PSDB mantinha na sua saída em torno de 700 cargos de comissão, o que também é um absurdo!
Pedro Bigardi, trouxe para Jundiaí, todos os desempregados das prefeituras que o PT perdeu no estado de São Paulo e os desempregados do PCdoB, dando-lhes cargos de responsabilidade a muitos que nem sabiam as funções que deveriam estar exercendo, copiando o modus operandis do PSDB, que tanto condenava.

Nada como um dia após o outro para que seja feito justiça, pois Eu, Cesar Tayar e o PCB, protocolamos junto a prefeitura, solicitação de todos os cargos de comissão com base na lei de transparência, mas esse indivíduo em toda a sua arrogância e prepotência, informou que se quiséssemos, que procurássemos no diário oficial do município.

Mais mais uma vez os 19 vereadores não viram isso e nem sabiam da FARRA COM O DINHEIRO PÚBLICO, mas é que muitos desse cargos são por indicação dos vereadores!!!
Então se esses não estão cumprindo com o único papel que lhes cabe, o melhor é quando chegarmos na eleição não reelege-los, e muito menos querermos algum desses como prefeito, pois se não cumprem o papel na câmara, cumprirão muito menos na prefeitura!!!

FORA PEDRO BIGARDI E FORA OS 19 VEREADORES!!!

Nesse link, poderão ver a matéria na G1: http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2016/02/ministerio-publico-pede-demissao-de-cargos-comissionados-em-jundiai.html





PCB PEDE NA JUSTIÇA A PARALISAÇÃO IMEDIATA DOS LOTEAMENTOS NA SERRA DO JAPI!!!


PCB PEDE NA JUSTIÇA A PARALISAÇÃO IMEDIATA DOS LOTEAMENTOS NA SERRA DO JAPI!!!

O PCB na sua luta pelo direto do cidadão, pelo direito à vida e pelo direito a um futuro melhor, protocolou pedido de paralisação imediata dos loteamentos na Serra do Japi autorizados pela Prefeitura de Jundiaí, através de seu prefeito Pedro Bigardi, junto ao Ministério Público, pois entende que esses loteamentos colocam em risco toda a biodiversidade e abre-se um precedente para que a Serra do Japi comece a ser loteada desenfreadamente, destruindo por completo uma das poucas riquezas naturais preservadas no estado de São Paulo e que nós jundiaienses somos os privilegiados de termos em nosso território.

O incrível disso é vermos que o prefeito que autorizou é o mesmo que em seus discursos na campanha de 2012 era ferrenho defensor da Serra, dizendo que jamais haveria loteamentos durante a sua gestão, e quando Deputado Estadual, se movimentou para que a Serra do Japi fosse transformada em parque estadual. Mas hoje compreendemos a sua fala de 2012 com as suas atitudes atuais, pois tudo não passou de uma grande farsa, de um verdadeiro teatro criado por ele e seus assessores, para que fosse eleito prefeito, pois tem se mostrado igual aos outros que já passaram por Jundiaí e a transformaram em um verdadeiro balcão de negócios e exploração imobiliária.

Com mais essa atitude, o PCB se consolida como realmente o ÚNICO PARTIDO QUE FAZ OPOSIÇÃO VERDADEIRA ao PCdoB/PT, atual governo, apesar de haver uma debandada geral, e ao PSDB, que mesmo estando fora do poder há quatro anos, continua a receber muitas benesses políticas em nosso município.

Não adianta termos 19 vereadores na câmara municipal, pois esses não se pronunciam em momento algum, como é nesse caso, estando preocupados apenas com a reeleição.

A prova de que todos estão unidos com o único propósito de se manterem no poder, é que nem mesmo o PSDB, que na lógica deveria ser o maior partido de oposição, se pronuncia contra a atual administração, sendo que seus representantes fazem protesto via facebook, por incapacidade ou por oportunismo. Na hora de dizerem não ou de questionarem alguma medida, seguem o governo. Nossa câmara municipal é uma verdadeira fraude política, tanto quanto o prefeito Pedro Bigardi.

Nosso pedido junto ao MP:

Diante do exposto e dos sérios riscos a que está exposta a nossa Serra do Japi perante a ânsia pelo lucro fácil por parte dos especuladores imobiliários, pedimos ao Egrégio Ministério Público do Estado de São Paulo que intervenha neste caso impedindo a execução dos loteamentos em questão e que atue, junto ao executivo municipal, no sentido de que seja feita a tão necessária e urgente revisão da lei 417, o que poderá evitar, concretamente, uma depredação ambiental irreparável em nosso patrimônio ecológico, particularmente na Serra do Japi.

http://pcbjundiai.blogspot.com.br/2016/02/pcb-pede-na-justica-paralisacao.html

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

PEDRO BIGARDI AUTORIZA A DESTRUIÇÃO DA SERRA DO JAPI!!!


A FRAUDE POLÍTICA PEDRO BIGARDI AUTORIZA A DESTRUIÇÃO DA SERRA DO JAPI!!!

Fez toda a população de Jundiaí acreditar que seria contra a entrada de novos loteamentos na Serra do Japi, mas vejam só, está autorizando a instalação de 02 novos. 
Pedro Bigardi é uma grande ameaça a nossa cidade!!!
E ai novamente eu pergunto: ONDE ESTÃO OS 19 VEREADORES??? Dormindo em berço esplêndido, embebedados pelo poder e pelos benesses que lhes são proporcionadas!!!

Matéria extraída do Blog do Beduíno:

SERRA AMEAÇADA!!!

A Serra do Japi foi tombada pelo CONDEPHAAT através da Resolução 11 datada de 8 de março de 1993 e declarada Reserva da Biosfera pela UNESCO em 1992. A riqueza hídrica da Serra mereceu a denominação de "castelo de águas" por parte de naturalistas europeus, segundo o professor Aziz Ab'Saber. A Serra do Japi também representa uma das últimas grandes áreas de floresta contínua do Estado de São Paulo.

No dia 20 de janeiro de 2016 o Conselho de Gestão da Serra do Japi e o COMDEMA concederam uma licença ambiental para a regularização fundiária de 02 novos loteamentos (Roberto Gambini e São Sebastião) localizados no território de gestão da Serra do Japi. Segundo o parecer da secretaria de planejamento da prefeitura, todas as compensações ambientais que não dizem respeito às APP's poderão ser feitas com a aquisição de áreas em outras regiões da cidade.

Portanto, a partir de agora é oficial: Loteamentos localizadas na Serra do Japi passam a ter diretrizes urbanas e a recolherem Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), sem a revisão da lei nº 417 que atualmente permite uma série de ocupações e edificações na Serra do Japi.

O resultado será que, em breve, milhares de imóveis e outros grandes empreendimentos virão se instalar na Serra do Japi comprometendo a sua biodiversidade e o seu potencial hídrico.

Trocando em miúdos: O alcaide morador da Malota e a sua secretária de planejamento apaixonada por bancos de jardim e humanizadora de viadutos, que estão sendo os pioneiros na emissão de carnes de IPTU para imóveis irregulares localizados na Serra do Japi, também estão se omitindo a fazer a revisão da lei nº 417 e, com isso, deixando todas as porteiras abertas para as ocupações na região da Ermida.

E o pior: Com esta postura Pedro Bigardi está estendendo as suas mãos aos conhecidos especuladores imobiliários de Jundiaí, atitude que ele sempre combateu antes de ser prefeito. Quem te viu, quem te vê.


sábado, 12 de setembro de 2015

JUNDIAÍ TEM VEREADORES PRA QUÊ???

Fiz matéria com essa pergunta em dezembro de 2014, quando Eu e Cesar Tayar através do PCB - Partido Comunista Brasileiro, tínhamos acabados de impedir uma licitação ilegal de veículos no valor de R$ 150 milhões, e nenhum vereador se incomodou com essa atitude da prefeitura, questionando o que estava acontecendo, e agora novamente após termos aberto mais dois processos investigativos no Ministério Público, um contra a atual gestão da fraude política Pedro Bigardi/PCdoB-PT pela destruição de área de APP na avenida Prof. Luiz Latorre, quando do carnaval em 2013, e outro da nefasta gestão de Miguel Haddad/PSDB, pela contratação de empresa de segurança para o DAE, por serviços em 45 dias ao custo milionário de quase R$ 10 milhões. Sem dizer nas denuncias anteriores, como a que se transformou em processo, a da coxinha de frango (drumet), superfaturada a preço de picanha. Mas não paramos por ai, estamos aguardando a analise de outras denuncias no MP, todas fundamentadas.
Por que os vereadores não conseguem enxergar esses atos ilegais da prefeitura? E nós cidadãos que não estamos envolvidos diretamente, conseguimos detectar irregularidades?

Ele dizem que fiscalizam o executivo através de requerimento, mas não fazem qualquer ação concreta, se fizessem os processos seriam abertos por eles!!! Vi vereador ensaiando discurso contra a prefeitura em página do facebook!!! Isso é uma verdadeira afronta a população que os elegem com a clara e única finalidade: FISCALIZAR OS ATOS DO EXECUTIVO!!!

É fato comprovado a servidão da Câmara para com o prefeito! Vimos em 2013, com a votação por unanimidade de um vereador do PT, Gerson Sartori, que acabava de ser eleito para seu mandato para ser o presidente da casa. Os vereadores do PSDB, partido que acabava de ser derrotado para a prefeitura, festejou essa eleição com o vereador Gustavo Martinelli cantando a música de campanha do Gérson ao declarar seu voto a esse. Pedro Bigardi, transformou em líder de governo, o vereador Marcelo Gastaldo, que em todas as eleições sempre criticou ferozmente a candidatura do Pedro a prefeito, sempre defendendo e pedindo votos aos candidatos do PSDB. E um ano antes da troca de presidente da casa, sabíamos que Marcelo Gastaldo seria o próximo presidente. Isso evidência a troca de favores entre legislativo e executivo, nefasto para toda um população e cidade, já que passa não mais existir oposição, não tendo o executivo seus atos contestados e fiscalizados.
Da forma como age nossa câmara, Jundiaí não precisa de vereadores, pois eles fazem e apoiam todos os pedidos do Prefeito. 
Sou completamente a favor da extinção da câmara, pois nos custa uma fortuna mensalmente e não dá resultados. Assim seriam criados Conselhos de Bairros, onde o próprio morador seria o representante e com certeza iria defender melhor sua cidade, e melhor ainda, não haveria custo, e todo esse dinheiro seria revertido em prol da cidade.








quarta-feira, 2 de setembro de 2015

PCB DE JUNDIAÍ TOMA A FRENTE E QUER A RETIRADA DE MUROS E CANCELAS EM BAIRROS RICOS QUE PROÍBEM ACESSO DA POPULAÇÃO!!!

Na esteira da segregação social em curso na cidade de Jundiaí, moradores do bairro capitalista Jardim Brasil fecharam a região sob as barbas do prefeito municipal e de sua secretária de planejamento.

Esta atitude contraria a Constituição Federal e o Supremo Tribunal Federal que garantem ao povo brasileiro o direito à locomoção, descartado pelas autoridades jundiaienses.
Na realidade está em andamento um processo de organização da cidade em guetos de riqueza cujo objetivo é separar a classe rica da classe operária e menos favorecida que está sendo empurrada para a periferia do município para não "incomodar" a aristocracia capitalista local.
Lembrando que outro bairro que fechou suas ruas a população é o Jardim Ana Maria, com a conivência do ex prefeito Miguel Haddad - PSDB.
Só um detalhe: As despesas comuns destes bairros que estão sendo fechados, serão pagas por toda a população de Jundiaí. 
Diante deste verdadeiro Apartheid social em que a cidade de Jundiaí vive, com a leniência das autoridades locais, o Comitê Municipal do Partido Comunista Brasileiro de Jundiaí protocolou uma representação junto ao Ministério Público do Estado de São Paulo solicitando a intervenção daquele órgão no sentido de que os bairros que estão sendo fechados voltem à condição antiga deixando as ruas livres para a locomoção do munícipe, um direito inalienável do cidadão jundiaiense e brasileiro garantido pela Constituição Federal e pelo Supremo Tribunal Federal.



 




Nota Fernando Zingra: A grande hipocrisia disso é quererem barrar o acesso da população a esses bairros, mas continuarem a usufruir dos serviços públicos, pagos também pela população que querem barrar! 
Querem transformar um bairro em condomínio? Pois então que sejam justos, paguem pelo o que não é deles, ressarcindo o município de todos os gastos com os serviços públicos desde a criação, já que devido a manutenção desses, o bairro se valorizou e comprando todas as áreas públicas, incluindo as ruas, baseando o m² em valor de mercado, com o pagamento a vista, e deixem de usufruir do poder público, passando a agirem como realmente um condomínio, onde toda a manutenção desse é de responsabilidade de seus moradores.


O EMPRÉSTIMO DO BNDES QUE NÃO CHEGOU EM JUNDIAÍ! SERÁ QUE MIGUEL HADDAD IRÁ INVESTIGAR SEU GOVERNO???

A nebulosa historia do empréstimo de R$ 45 milhões do BNDES mas que só chegaram R$ 37 milhões na prefeitura de Jundiaí, durante gestão do então prefeito Miguel Haddad - PSDB.

Lembrando que Miguel Haddad é o deputado federal que disse que intimará o ex presidente Lula para depor na CPI sobre possíveis irregularidades com empréstimos do BNDES.


O SITU - Sistema Integrado de Transporte Urbano foi construído na gestão do ex-prefeito Miguel Haddad. Na época as pessoas pagavam várias passagens para se locomoverem de transporte coletivo pela cidade. Haviam duas alternativas para a solução deste problema: A instalação do sistema de bilhete único e a construção de uma rede de terminais urbanos. As duas propostas tinham o mesmo resultado, ou seja, o munícipe iria pagar apenas uma passagem para se deslocar para onde quisesse dentro de Jundiaí.

Apenas uma questão diferia os dois projetos: O sistema do bilhete único teria custo zero para a prefeitura enquanto que o sistema de terminais custaria ao erário, segundo as autoridades da época, módicos R$ 70 milhões.
Pasmem os senhores: O então prefeito Miguel Haddad escolheu a segunda hipótese preferindo implantar um projeto que custou aos cofres municipais R$ 70 milhões ao invés de não gastar nada com o bilhete único. Destes R$ 70 milhões, o valor de R$ 35 milhões foi gasto com recursos próprios da prefeitura e os outros R$ 35 milhões foram emprestados do BNDES.
Só um detalhe: O BNDES liberou esse dinheiro sem a apresentação dos projetos e dos orçamentos correspondentes.
Dias atrás a imprensa divulgou que o deputado federal pelo PSDB, Miguel Haddad, fará parte da CPI do BNDES instalada na Câmara dos Deputados com o objetivo de investigar todos os empréstimos sem a apresentação de projetos realizados por aquela instituição financeira.
Que tal o parlamentar jundiaiense começar o seu importante trabalho investigando o empréstimo de R$ 35 milhões que ele mesmo fez quando era prefeito da cidade na implantação do malfadado SITU ?

Vamos lá deputado. Vamos passar este país a limpo começando pelo seu próprio mandato como prefeito de Jundiaí. E pode ter a certeza de uma coisa: Terá o apoio dos vereadores, principalmente os do PT.

O vice-prefeito de Jundiaí, Durval Orlato, quando era um deputado federal, apresentou um requerimento endereçado ao ilustre Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, a respeito do empréstimo do BNDES para o SITU em Jundiaí.
Depois desse ato não tocou mais no assunto.
Por que o então deputado federal Durval Orlato calou-se ? Por que não foi a fundo nesta questão ? Sinistro, muito sinistro tudo isso.
Resumo da obra: Além da ausência de projetos, sumiram desprezíveis R$ 8 milhões do empréstimo do BNDES para o SITU e o então nobre deputado federal Durval Orlato fez um modesto requerimento só para fazer de conta que estava investigando. E ficou tudo por isso mesmo.
Leiam no link abaixo o requerimento emitido pelo então deputado federal do Partido dos Trabalhadores, Durval Lopes Orlato:

http://www.camara.gov.br/sileg/integras/158677.pdf




segunda-feira, 17 de agosto de 2015

AJUDE A PREFEITURA DE JUNDIAÍ ENCONTRANDO O ERRO, POIS A MAIS DE 20 ANOS ELES PERSISTEM NESSE!!!




A mais de 20 anos existe uma faixa para pedestres que me é um incógnita, por ela estar bem no meio de um canteiro, isto é, quem a utilizar, dará de frente com uma árvore e várias plantas, além de ser canteiro, e para atravessar esse ponto, o destruirá, e em dias de chuva, pisará no barro que ali se formará. Mas outro fato curioso é onde ela se inicia, bem na frente de um posto de combustível, que tem toda a frente como acesso para veículos, deixando mais vulnerável os cidadãos que ali ficarem para sua travessia.
Essa faixa existe a muito mais de 20 anos, e por esses dias essa administração a repintou, mas não repintou a outra faixa que fica no semáforo 50 metros a frente que está correta. Pergunto a prefeitura: Por que existe essa faixa? Principalmente se há outra ao lado colocada em local correto! 
Essa faixa está localizada na frente do posto de combustível na av. Jundiaí, esquina com a rua Com. Videlmo Munhoz.






sexta-feira, 14 de agosto de 2015

CALÇADA EM JUNDIAÍ DEFINITIVAMENTE NÃO É PARA PEDESTRE!!!

No bairro do Engordadouro, mais propriamente na av. Pedro Clarismundo Fornari, iniciando-se na Vila Marlene até a igreja, na administração de Miguel Haddad - PSDB, foram implantados postes de linha de transmissão que ocupam toda a calçada, dificultando a passagem, obrigando quem quiser passar a sair na rua, criando o risco de atropelamento.
Talvez venham dizer: Quando implantaram essa posteação não havia calçada. Mas ai que entra a capacidade e o bom senso, pois só deveriam ter liberado essa implantação, após saberem o diâmetro do pé do poste e a largura da calçada, pois sabiam onde se localizava a calçada, tanto que essa posteação em momento algum vai para cima de algum muro ou no leito corroçável.
Mas esse tipo de entrave não para por ali, na marginal da Anhanguera, que dá acesso do trevo da avenida Jundiaí, até a faculdade Anchieta, podemos ver outro grande absurdo, toda a posteação implantada depois da calçada pronta, bem no meio desta. Obra realizada na gestão Ary Fossen, também do PSDB.
Nossa região central, que quase não tem calçadas,  também tem suas pérolas, pois postes de radades, sinalização e semaforos estão implantados no meio do pouco que se tem.
A prefeitura também deveria começar a corrigir a questão das calçadas em relação a casas e prédios antigos, que são derrubados e construídos outros, na hora da construção do novo, ser exigido o recuo, para facilitar o acesso a calçada e também por uma questão de segurança, pois temos prédios novos que a rede de energia elétrica com tensão de 13.000 volts, passa junto a janela.
Será que dá para os entenderem que toda obra causa um impacto, e quem sofre esse impacto é o cidadão? Então esse deve ser analisado para que seja o menor possível.
Jundiaí é uma cidade que não mais suporta indivíduos que querem brincar de prefeito!






O DESCASO DAS ADMINISTRAÇÕES MIGUEL HADDAD E PEDRO BIGARDI PARA COM O ARTISTA INOS CORRADIN!!!

A administração passada do nefasto PSDB sob a batuta de Miguel Haddad, começou essa obra, e vendo que não conseguiria fazer seu sucessor simplesmente a abandonou, deixando tudo largado. Já a gestão Pedro Bigardi recomeçou, mas um simples espelho d´agua com algumas luminárias, vem se arrastando a 2 anos e 8 meses, isto é, daqui 1 ano e 2 meses esse governo fraude política termina e também não estará pronta, e pelo caminhar da carruagem, é tido como certo a não reeleição de Pedro Bigardi, então talvez como Miguel Haddad, não se importará em conclui-la.
Isso demonstra o total descaso para com a população e principalmente com INOS CORRADIN, um artista de renome internacional que eleva nossa tão sofrida cidade.
Só posso classificar esses governos de incapacitados, por não conseguirem terminar a obra de uma praça em quase 8 anos!




APÓS DENUNCIA, GOVERNO PEDRO BIGARDI ENGANA BAIRRO DO ENGORDADOURO LIMPANDO SÓ ONDE O PADRE PASSA!!!

No dia 26 de julho, fiz denuncia através desse blog da situação calamitosa que se encontra o bairro do Engordadouro com o título: ENGORDADOURO VIRA LIXÃO DE ENTULHOS DE CONSTRUÇÕES!!!. Onde entulhos de reformas de apartamentos, casas e de jardinagens, estão sendo jogados nas ruas e terrenos vagos em todo o bairro, transformando-o em um verdadeiro lixão.
Ontem voltei ao bairro acompanhado do pré candidato a prefeito Cesar Tayar,  para conversarmos com comerciantes sofre o total descaso que esse vem sofrendo das administrações públicas, e pudemos constatar que fizerem uma limpeza parcial, como diz o ditado, "somente onde o padre passa", isto é, somente limparam onde era mais visível e há passagem constante de pessoas. Ao redor dos condomínios e alguns pontos mais escondidos, o lixo anterior está lá e novos já foram jogados. Mudam-se prefeitos, mas as atitudes são sempre iguais, na hora do voto são os melhores, mas na hora das ações, não há qualquer atitude! 

ANTES








ATUAL





MAS NESSES LOCAIS NÃO FORAM RETIRADOS NADA E MAIS LIXO ESTÁ SE ACUMULANDO









Jundiaí sofre nas mãos de governos incapacitados e oportunistas.

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

MEDO DA CONCORRÊNCIA!!! CESAR TAYAR, PRE CANDIDATO A PREFEITO DE JUNDIAÍ, TEM BLOG CLONADO PARA ATACAR DELEGADO!!!

Nem começou a campanha pra prefeito e a baixaria já começou! Dessa forma já podemos adivinhar o nível imundo que algum candidato trará a sua campanha sujando nossa Jundiaí.
César Tayar, é Dentista, Secretário Político do PCB e blogueiro do Blog do Beduíno, um blog que mostra e denuncia todo o esgoto da política jundiaiense, e também um dos poucos a fazer enfrentamento contra os que se acham donos da cidade.
Na segunda feira dia 3, foi informado que circulava na rede social, um falsificação grosseira de seu blog, com matéria atacando um pré candidato a prefeito, hoje vereador e delegado.
Mas o tiro saiu pela culatra, pois o incapacitado e canalha deverá responder agora a inquérito policial e será processado pelo vereador delegado e por Cesar Tayar.
Alguns imbecis sem qualquer cultura ou educação, acham que podem usar a internet para postar toda insanidade que lhes vêm ao seu cérebro minusculo sem que sejam penalizados.
Podemos ver também ataques a Cesar Tayar por desocupados incapacitados defensores de partidos de direita que estão querendo se projetar politicamente, então como não têm o que oferecer, oferecem o que sempre receberem em sua educação, baixaria!
Por conta disso, o Jornal Jundiaí Notícias, realizou entrevista e matéria mostrando a verdade!
Esse tipo de ataque, comprova que Cesar Tayar é mais do que capacitado para ocupar um cargo público e seu caráter e moral está acima de qualquer suspeita.

Aqui podemos ler a matéria publica no Blog do Beduino:

FALSÁRIOS DA INTERNET ! ! !

Tivemos nesta semana uma pequena amostra de como será o nível da campanha eleitoral de 2016.

Alguns chefes de pessoas desocupadas da política local fraudaram um post deste blog fazendo acusações ao vereador e delegado Paulo Sérgio Martins. O post falso foi veiculado no facebook.

Esse é o tipo de política rasteira existente neste modelo intestino de militância partidária que ocorre na cidade.

Nesta quarta-feira fomos entrevistados pelo jornal Jundiaí Notícias onde relatamos a lamentável ocorrência que representa uma herança imunda dos 22 anos de coronelismo político que domina o município.

Assistam ao vídeo e entendam o ocorrido


quinta-feira, 6 de agosto de 2015

DEPUTADO LUIZ FERNANDO MACHADO - PSDB TEM CONTAS REJEITADAS DEFINITIVAMENTE PELO TSE E DEVE PERDER MANDATO!!!


Recentemente o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo desaprovou as contas da campanha de 2014 do deputado estadual Luiz Fernando Machado, do PSDB. O parlamentar entrou com vários recursos naquela colenda corte mas foram todos rejeitados.

Em uma última e desesperada medida o tucano protocolou ainda no TRE-SP um Agravo de Recurso Especial conseguindo levar, assim, sua rejeição de contas ao Tribunal Superior Eleitoral em Brasília.

Em publicação datada de 03/08/2015, sobre o referido processo de nº 504043.2014.626.0000, o TSE manteve a decisão do tribunal paulista e também desaprovou as contas do deputado estadual do PSDB.

Eis alguns trechos da sentença do Tribunal Superior Eleitoral:

"...Nesse sentido, bem observou a d. Procuradoria Regional Eleitoral em seu parecer de fls. 194/195. É o caso dos autos, em que recursos, gastos com combustíveis foram utilizados sem a necessária passagem pelas contas de campanha. Dessa-maneira, a desaprovação das contas é medida imperativa..."

"...Verifica-se que a irregularidade detectada é insanável, impossibilita o efetivo controle da Justiça Eleitoral sobre o financiamento da campanha e contraria o disposto nos artigos 10, 18 e 40, I, "g" , da Res. TSE n. 23.406/14, comprometendo a regularidade e a confiabilidade das contas, motivo pelo qual as contas devem ser desaprovadas..."

"...Por todo o exposto, e em consonância com o parecer da d. Procuradoria Regional Eleitoral, julgo DESAPROVADAS as contas de LUIZ FERNANDO ARANTES MACHADO - NÚMERO 45160, relativas a campanha eleitoral de 2014..."

"...Por essas razões e nos termos do art. 36, § 6º, do Regimento Interno do Tribunal Superior Eleitoral, nego seguimento ao recurso especial interposto por Luiz Fernando Arantes Machado.

Publique-se.

Intime-se.

Brasília, 3 de agosto de 2015.

Ministro Henrique Neves da Silva

Relator

O distinto Deputado ainda sonha em ser prefeito de Jundiaí, mesmo com as contas rejeitadas.
Veremos como irá agir a justiça em mais um caso do PSDB!!!

domingo, 2 de agosto de 2015

COMO ASSIM!? SAIRAM R$ 45 MILHÕES DO BNDES PRA JUNDIAÍ, MAS SÓ CHEGARAM R$ 37 MILHÕES, NA GESTÃO MIGUEL HADDAD - PSDB???


Matéria extraída do blog:

JUNDIAÍ PASSADA A LIMPO com CESAR TAYAR


A nebulosa historia do empréstimo de R$ 45 milhões do BNDES mas que só chegaram R$ 37 milhões na prefeitura de Jundiaí, durante gestão do então prefeito Miguel Haddad - PSDB.




O SITU - Sistema Integrado de Transporte Urbano foi construído na gestão do ex-prefeito Miguel Haddad. Na época as pessoas pagavam várias passagens para se locomoverem de transporte coletivo pela cidade. Haviam duas alternativas para a solução deste problema: A instalação do sistema de bilhete único e a construção de uma rede de terminais urbanos. As duas propostas tinham o mesmo resultado, ou seja, o munícipe iria pagar apenas uma passagem para se deslocar para onde quisesse dentro de Jundiaí.
Apenas uma questão diferia os dois projetos: O sistema do bilhete único teria custo zero para a prefeitura enquanto que o sistema de terminais custaria ao erário, segundo as autoridades da época, módicos R$ 70 milhões.
Pasmem os senhores: O então prefeito Miguel Haddad escolheu a segunda hipótese preferindo implantar um projeto que custou aos cofres municipais R$ 70 milhões ao invés de não gastar nada com o bilhete único. Destes R$ 70 milhões, o valor de R$ 35 milhões foi gasto com recursos próprios da prefeitura e os outros R$ 35 milhões foram emprestados do BNDES.
Só um detalhe: O BNDES liberou esse dinheiro sem a apresentação dos projetos e dos orçamentos correspondentes.
Dias atrás a imprensa divulgou que o deputado federal pelo PSDB, Miguel Haddad, fará parte da CPI do BNDES instalada na Câmara dos Deputados com o objetivo de investigar todos os empréstimos sem a apresentação de projetos realizados por aquela instituição financeira.
Que tal o parlamentar jundiaiense começar o seu importante trabalho investigando o empréstimo de R$ 35 milhões que ele mesmo fez quando era prefeito da cidade na implantação do malfadado SITU ?
Vamos lá deputado. Vamos passar este país a limpo começando pelo seu próprio mandato como prefeito de Jundiaí. E pode ter a certeza de uma coisa: Terá o apoio dos vereadores, principalmente os do PT.


O vice-prefeito de Jundiaí, Durval Orlato, quando era um deputado federal, apresentou um requerimento endereçado ao ilustre Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, a respeito do empréstimo do BNDES para o SITU em Jundiaí.
Depois desse ato não tocou mais no assunto.
Por que o então deputado federal Durval Orlato calou-se ? Por que não foi a fundo nesta questão ? Sinistro, muito sinistro tudo isso.
Resumo da obra: Além da ausência de projetos, sumiram desprezíveis R$ 8 milhões do empréstimo do BNDES para o SITU e o então nobre deputado federal Durval Orlato fez um modesto requerimento só para fazer de conta que estava investigando. E ficou tudo por isso mesmo.
Leiam no link abaixo o requerimento emitido pelo então deputado federal do Partido dos Trabalhadores, Durval Lopes Orlato:


segunda-feira, 27 de julho de 2015

RUA HENRIQUE DIAS NO CENTRO EM TOTAL ABANDONO!!!



RUA HENRIQUE DIAS EM TOTAL ABANDONO!!!



Ao final da rua por ser uma descida, acumula-se sujeira, está crescendo mato, o asfalto está se desfazendo e caindo no bueiro, esse está tomado por lixo e a grelha aberta, a praça na sua esquina com a rua Vigário JJ Rodrigues, é ponto de tráfico e consumo de drogas e também serve como banheiro. Os varredores não varrem a rua, não há coleta de lixo reciclável e muito menos do cata treco. Falta uma luminária no último poste, o que deixa a rua escura e por várias vezes devido a isso foi fuga de bandidos ou esses entram nela para se esconderem.
Até parece que essa rua não existe, mas as cobranças de IPTU ocorrem! As reclamações no 156 são uma constante.
Em 2011, gestão Miguel Haddad do PSDB, fiz várias matérias em vários bairros, incluindo principalmente a região central, mostrando o total abandono; 4 anos após, na administração Pedro Bigardi do PCdoB/PT, que prometeu mudar a história de Jundiaí, volto a mostrar a região central, novamente abandonada!
O que mudou? Somente as caras, pois as atitudes e o descaso são todos iguais! 
Podemos afirmar que PCdoB, PSDB e PT, é tudo farinha do mesmo saco, interessam a eles somente o poder. A população só é lembrada em época eleitoral, quando começam fazer algo ou lhe fazem promessas mil! 

domingo, 26 de julho de 2015

ENGORDADOURO VIRA LIXÃO DE ENTULHOS DE CONSTRUÇÕES!!!

Moradores do Engordadouro pedem ajuda já que estão cansados de verem seu bairro se tornando um verdadeiro depósito de entulhos de construções e jardinagens. Alegam que antes das construções dos vários condomínios na região, não havia esse problema. Afirmam terem presenciado várias vezes um trator tipo Tobata com uma carreta transportando entulhos e despejando-os. Muitos desses produtos são químicos e poluem o meio ambiente. Alegam que a Prefeitura sempre foi omissa, já que vivem a reclamar e nada é feito.
Os entulhos podem ser achados em todos os terrenos, calçadas e meio de ruas, a começar pela Av. Pedro Clarimundo Fornari, até a região da UNIP. 
Desde 1983, ano que André Benassi assumiu a prefeitura, quando começou o boom imobiliário até os dias de hoje, a prefeitura nunca se preocupou no impacto que os condomínios e loteamentos causam, visto que as empresas construtoras sempre estiveram ligadas aos prefeitos. Essa nova administração para se eleger, criticou muito a falta de estudos de impacto, principalmente no governo anterior de Miguel Haddad, mas podemos ver hoje que nada mudou, tudo continua como antes. Os negócios prosperam e a população jundiaiense que se acostume e sofra com os efeitos colaterais causados por essa expansão. Não sou contra o desenvolvimento de Jundiaí, mas que esse seja feito de forma responsável, organizado e sustentável! Eu pergunto e a população também deveria perguntar: ONDE ESTIVERAM E ESTÃO TAMBÉM O VEREADORES???
Uma solução para isso, seria a criação de lei que proíba que todo entulho e  material de jardinagem saíam dos condomínios ou qualquer construção sem destino certo, pois como a coleta de lixo não os recolhe, alguém se encarrega de dar um fim, e nem sempre esse fim é apropriado. Agora se essa lei existir e não está sendo cumprida, alguém sempre foi omisso e incompetente!